Os queijos tradicionais dos países frios




O queijo faz parte da história da humanidade há pelo menos seis milênios. No entanto, embora sua origem pareça ser de uma terra quente, o sucesso do queijo é maior mesmo nos países frios, como a Dinamarca, primeiro lugar no ranking dos principais países consumidores de queijo do mundo, com 28,1kg por pessoa ao ano. Para comparação, vale pensar que aqui no Brasil são só 5,5kg para cada habitante!

 

Essa taxa elevada de consumo de queijo em países mais frios se deve, entre outros fatores, principalmente pelos altos níveis de proteína, componente tão necessário para o corpo humano em temperaturas baixas. Aqui no Brasil, muitos queijos comercializados são de origem desses países e para você, queijólatra de carteirinha, ficar sabendo quais são eles separamos três deles que são originários dos maiores consumidores de queijo do mundo.

 

Queijo Prato

De sabor suave levemente adocicado, fácil derretimento e textura macia, o queijo prato já é um queridinho nacional. O que pouca gente sabe é que ele é um descendente direto do queijo Dinamarquês Danbo surgido aproximadamente em meados da década de 1920, em Valença, no Rio de Janeiro. Os colonos dinamarqueses estabelecidos no local tentaram reproduzir o tradicional queijo Danbo com as condições e o leite do local, que acabou dando origem ao nosso amado queijo prato. Seu nome se deve ao seu primeiro formato, um cilindro baixo, semelhante à um prato. Harmoniza muito bem com sopas e massas.

 

Queijo Gouda

Os Países Baixos figuram no oitavo lugar dos países que mais consomem queijo no mundo, somando 21,6kg por pessoa ao ano. De lá veio o queijo gouda, ótimo para aperitivos, cremes, sanduíches, quiches e omeletes, além de ir bem acompanhado com um bom vinho. Com sabor ligeiramente adocicado que tende para o amendoado e massa untuosa que derrete fácil e dá agua na boca, este queijo holandês promete agradar todos os paladares, até mesmo os mais exigentes!

 

Queijo Provolone

Da Itália, nono país mais consumidor de queijo no mundo, ganhamos - entre outros tantos queijos - o provolone. Com característica massa filada, o provolone tem sabor acentuado, levemente picante e defumado, fazendo-o inconfundível em uma tábua de queijos, na batata gratinada ou como aperitivo. Em países mais frios é comumente servido com vinhos tintos mais encorpados, mas aqui no Brasil costumamos consumir acompanhado de cerveja pilsen, que também vai muito bem!

 

Algum desses queijos é o seu favorito? Conta pra gente aqui nos comentários!

Gostou da matéria? Deixe seu comentário!


* Todas as informações contidas nesse post foram baseadas em matérias de jornais, revistas e/ou sites jornalísticos


Postado em 17 Julho 2020


Comentar

Comentários (0)

Seja o primeiro a comentar este post!

Esse espaço é exclusivo para você que não abre mão de apreciar um bom queijo.

Aqui você vai encontrar matérias e dicas relacionadas a esse universo delicioso, tudo para tornar a degustação do seu queijo mais saborosa e com muito mais conteúdo.

#DescubraEsteMundo com a gente!


Descubra esse Mundo

Cadastro de E-mail

Inscreva aqui seu e-mail e
descubra este Mundo:

Atendimento ao consumidor Queijos Ipanema
Tel: 11 3787-2300
atendimento@queijosipanema.com.br