Conheça a origem dos queijos italianos mussarela, parmesão e gorgonzola




A origem dos queijos é misteriosa, mas estima-se que seja há 7500 anos na Europa neolítica. Com o passar do tempo, os queijos se popularizaram no continente. Surgiram, então, laticínios franceses, suíços e holandeses. Os queijos italianos, por sua vez, conquistam o mundo afora. Mas você conhece a história da mussarela, do parmesão e do gorgonzola?

O queijo mais consumido no Brasil, mussarela, foi criado no sul da Itália. A mozzarella original foi produzida com leite de búfala, conservando-a em soro e adquirindo uma coloração branca e textura macia. No Brasil, este queijo chegou entre os anos de 1860 e 1890, quando cerca de 974 mil imigrantes italianos aportaram por aqui. Desde então, sua disseminação foi rápida por meio de seu alto emprego na culinária italiana, que rapidamente ganhou os corações brasileiros, se tornando o queijo mais consumido no país. A mussarela, queijo versátil de massa filada, também passou a ser produzida com leite de vaca, tonalizando a cor mais amarelada, adquirindo sabor característico e derretimento incrível.

o parmesão, queijo italiano com denominação de origem controlada, marca conhecida como Parmigiano-Reggiano, legalmente, só pode ser usada em queijos produzidos na região de Parma, Reggio Emilia, Módena, Bolonha e Mântua (ao sul do Rio Pó). A sua contraparte produzida a norte do Rio Pó é o Grana Padano, também de origem controlada, possui características semelhantes ao parmesão, diferindo os aditivos utilizados e o tempo de maturação que variam entre 12, 15 a 24 meses. O Parmesão se apresenta sob forma cilíndrica, com faces planas, peso oscilando entre 5 e 6 kg. Sua crosta é grossa (4 a 8 mm), bem-formada e lisa. A massa é dura, compacta e quebradiça, a cor é amarelo-palha e o odor e o sabor picantes fortes são inconfundíveis, só um bom parmesão tem.

O gorgonzola, entretanto, surgiu de uma maneira inusitada: conforme lenda local, foi resultado de um descuido de um queijeiro apaixonado. Na província de Gorgonzola, em uma noite no Século X, o produtor de queijo procurava a amada e esqueceu de fabricar o queijo strachino, comum naquela região na Idade Média. Para que o patrão não percebesse, ele misturou o leite ordenhado da noite anterior com o da manhã seguinte. As duas coalhadas, com temperaturas diferentes provocaram bolhas de ar, onde se formaram os famosos fungos.  O queijo azul foi batizado com o nome da província Gorgonzola, conquistando mundialmente os mais diversos e exigentes paladares.

A Itália tem a tradição na produção de queijos. Com a popularização desses laticínios, facilmente foram inseridos na culinária mundial, surgindo então, queijólatras pelos quatro cantos do mundo! Que tal uma comida italiana com muito queijo hoje?

Gostou da matéria? Deixe seu comentário!


* Todas as informações contidas nesse post foram baseadas em matérias de jornais, revistas e/ou sites jornalísticos


Postado em 27 Janeiro 2020


Comentar

Comentários (2)

Jota Carlos Fraga comentou:

Achei sensacional a matéria. Sou apreciador de queijos. Hoje estou um pouco mais informado sobre essa iguaria.

Lucimara comentou:

Prezados, bom dia! Amo queijos, e também adorei as matérias postadas, portanto quero receber muitas novidades. Att,

Esse espaço é exclusivo para você que não abre mão de apreciar um bom queijo.

Aqui você vai encontrar matérias e dicas relacionadas a esse universo delicioso, tudo para tornar a degustação do seu queijo mais saborosa e com muito mais conteúdo.

#DescubraEsteMundo com a gente!


Descubra esse Mundo

Cadastro de E-mail

Inscreva aqui seu e-mail e
descubra este Mundo:

Atendimento ao consumidor Queijos Ipanema
Tel: 11 3787-2300
atendimento@queijosipanema.com.br